Yoel Romero não bate o peso e perde chance de se tornar campeão do UFC

Yoel Romero não venceu a balança pela primeira vez no MMA – Instagram

O UFC 221, evento programado para este sábado (10), na Austrália, já conta com sua primeira baixa. Escalado de última hora para substituir o lesionado Robert Whittaker, Yoel Romero não bateu o peso estipulado e, caso vença Luke Rockhold na luta principal do evento, não será coroado como campeão interino dos pesos-médios (84 kg).

Último atleta a subir na balança, o wrestler cubano se pesou pouco mais de três libras acima do limite de 185 libras – em lutas válidas por cinturão não existe um pound de tolerância. Desta forma, ele recebeu duas horas para eliminar o excesso de peso, fato que não aconteceu. Uma hora após a primeira pesagem, o atleta conseguiu baixar pouco menos de meio quilo e garantiu a primeira falha na balança de sua carreira no MMA ao cravar 85,320 kg.

Por sua vez, Rockhold bateu exatas 185 libras (84,090 kg) e avançou para, caso vença, se tornar o dono do cinturão interino do UFC. Mas não sem antes, claro, reclamar de seu oponente. “Sou profissional, e jogo esse jogo direito. Em todos os sentidos da palavra, eu sou a p… de um profissional”.

Outro atleta que teve um susto com a balança foi o brasileiro Jussier ‘Formiga. Depois de subir sem roupa na balança, o atleta da academia Kimura bateu 57, 340 kg, pouco acima do limite. Mesmo assim, ele precisou retornar para a sauna e após alguns minutos cravar os 57,270 kg exigidos pelas normas do evento.

O corte de peso sempre foi e sempre será um dos grandes adversários de qualquer lutador. Seja a dificuldade de perder quilos ou de se recuperar propriamente, todo atleta sabe o sofrimento que se tem que passar em cada corte de peso. E, nem sempre, as coisas dão certo. Confira dez brasileiros que já tiveram problemas com a balança - Divulgação/UFC
Em setembro passado, Alex 'Caubói' teve problemas com a balança para o seu duelo contra Will Brooks no UFC Portland e estourou o limite de 70,8 kg da categoria dos leves em 2,5 kg. Apesar da vitória, o brasileiro foi multado em 20% de sua bolsa - Felipe Castello Branco
No mesmo UFC Portland, John Lineker também ficou acima do peso para o duelo contra John Dodson em apenas 230 g. Contudo, essa está longe de ser a primeira vez. Quando competia nos moscas (57 kg), o paranaense constantemente era vencido pela balança. Esse foi, inclusive, um dos fatores que o motivaram a trocar de categoria - Diego Ribas
Em agosto de 2014, Renan 'Barão' passou mal quando tentou sair da banheira em que perdia peso, bateu a cabeça na parede, foi hospitalizado e retirado da revanche contra TJ Dillashaw - Felipe Castello Branco
Em sua estreia nos pesos-leves (70 kg) em novembro passado, Thiago 'Pitbull' excedeu o limite da categoria e acabou derrotado por Jim Miller. Com o resultado, o atleta voltou para a categoria dos meio-médios (77 kg) - Diego Ribas
Após nao bater o peso para o duelo contra Ricardo Lamas em novembro passado, Charles 'do Bronx' decidiu voltar para a categoria dos leves (70 kg) - Jéssica Portassio
Com 1 kg a mais além do limite dos 61 kg dos galos, Felipe 'Sertanejo' foi multado em 20% de sua bolsa no duelo contra Erik Perez, no UFC México, em novembro passado - Diego Ribas
Augusto 'Tanquinho' não conseguiu bater o peso para a sua estreia no UFC diante de Cody Garbrandt - Reprodução
Em sua última aparição no octógono, no dia 22 de abril, Marcos 'Pezão' não bateu o peso para enfrentar Ovince St. Preux e ainda foi derrotado pelo americano. Após o duelo, o brasileiro anunciou que subirá para a divisão dos pesados - Diego Ribas
No UFC Barueri em 2013, Thiago Silva ficou quase 1,5 kg acima do estabelecido na divisão dos meio-pesados (93 kg) e perdeu 25% d sua bolsa - Divulgação
Luís 'Sapo' não bateu o peso para o duelo contra Ben Arsken em 2015 e a luta que era para valer o cinturão dos meio-médios do ONE FC não teve título algum em jogo - Divulgação

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *