Substância encontrada na maconha deixará de ser doping em 2018

Nate Diaz usou CBD durante a coletiva após o UFC 202 – Diego Ribas

A Canabidiol, popularmente conhecida como CBD, deixará de ser considerada doping pela WADA (Agência Mundial Antidoping) a partir de 2018. A substância é uma das 113 canabinoides encontradas na cannabis sativa. Atualmente, todas as canabinoides são proibidas em período de competição pelo órgão.

A CBD ficou famosa para o mundo do MMA quando Nate Diaz levou a substância para usar durante a entrevista após a luta contra Conor McGregor, no UFC 202. Quando questionado sobre o que ele estava tragando, o americano deu sua explicação.

“É CBD. Isso ajuda na cicatrização e infflamação, coisas assim. Então você pode pegar isso para antes e depois das lutas e treinamento. Isso vai fazer a sua vida melhor”, garantiu o atleta que é publicamente usuário de maconha.

Ao contrário do THC, que é um canabinoide e continuará proibido pela WADA, a CBD não possui propriedades psicoativas e é principalmente usada na área medicinal para tratar a dor, a ansiedade e a inflamação.

Na época em que utilizou a CBD na coletiva de imprensa, Diaz foi oficialmente advertido pela USADA, que segue o protocolo da WADA.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *