Struve protesta contra Lesnar no UFC e exige testes antidoping

Stefan Struve - Ag Fight

Stefan Struve é o atual nono colocado no ranking do UFC – Florian Sädler

Jon Jones venceu Daniel Cormier na luta principal do UFC 214 e retomou o cinturão dos meio-pesados (93 kg). Mas após a luta o americano surpreendeu muita gente ao desafiar o gigante Brock Lesnar, peso-pesado que já foi campeão do maior torneio de MMA do mundo.

Acontece que Lesnar está afastado dos octógonos por ter sido flagrado no exame antidoping após o UFC 200, que aconteceu em julho do ano passado. Sendo assim, o desafio de Jon Jones repercutiu negativamente para muitos atletas. Um deles foi Stefan Struve, atual nono colocado no ranking, que fez grandes ressalvas ao gigante norte-americano e ainda exigiu do Ultimate um rigor maior com o atleta caso ele retorne de fato ao evento.

“Eu acho que trapaceiros não deveriam estar no UFC e acho que o UFC fez um grande erro ao trazer o Lesnar dando a ele a isenção de quatro meses antes da sua última luta. Assim, a USADA não poderia testá-lo por quatro meses, o que seria uma coisa normal quando você está trazendo de volta um lutador”, opinou o holandês em conversa com o programa ‘Submission Radio’.

Perguntado sobre sua opinião em uma possível confronto entre Jon Jones e Brock Lesnar, Struve não teve dúvidas ao apontar o campeão dos meio-pesados como franco favorito.

“Acredito que se ele fosse voltar agora, teria que passar por seis meses de testes. Ficaria muito curioso em ver como passariam esses seis meses. Acho o Jones bate ele de qualquer jeito. Simples assim. Jones é muito bom atleta. Não acho que o Lesnar consegue chegar nele para colocá-lo para baixo. Jones se movimenta muito bem”.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *