Mistério! Amanda Nunes garante que superluta deve liderar card do UFC 213

Amanda Nunes posa sorridente com a foto de Bruce Lee ao fundo – Diego Ribas

De passagem por Las Vegas(EUA) para uma conversa com a imprensa na nova sede do UFC, Amanda Nunes, campeã peso-galo (61 kg) do UFC, surpreendeu os jornalistas no final de sua conversa de quase uma hora. Após falar sobre sua preparação para enfrentar Valentina Shevchenko, com quem se desentendeu na última coletiva oficial, a brasileira deixou escapar que algo grande está por vir para o UFC 213.

O evento, marcado para o dia 8 de julho no ginásio T-Mobile Arena, em Las Vegas, conta com duas disputas de título até o momento. Além do seu duelo com a atleta do Quirguistão, o show deve receber o embate válido pelo título dos pesos-galos masculino entre Cody Garbrandt e TJ Dillashaw. No entanto, uma lesão do campeão, que faz tratamento na Alemanha, pode alterar o cronograma.

“Acho que o main event ainda está aberto. Não acho que vai ser o Cody e o Dillashaw. Acho que vai ser outra pessoa. Eu sei, mas não posso dizer [risos]. Se essa luta [Cody x TJ] não acontecer, devo ir para o co-main event. Mas vamos ver, espero que aconteça, quero ver essa luta. A casa [do TUF] estava pegando fogo [risos]. Quero ver com certeza”, narrou a atleta.

Embalada por três triunfos em 2016 – sobre a própria Valentina, Miesha Tate e Ronda Rousey -, Amanda fez parte de três dos maiores cards da história do UFC, e liderou dois deles. No entanto, a julgar pela movimentação das categorias e pela necessidade de um campeão encabeçar o show, fica a pergunta: Quem poderia se preparar a tempo e deixar duas disputas de título como coadjuvantes na mesma noite?

Os próximos meses serão decisivos para alguns brasileiros no UFC. Seja defendendo um cinturão, lutando por um título ou aguardando para ter seu futuro definido, alguns dos principais atletas nacionais estarão em ação nos meses de maio, junho e julho. Confira os 10 principais lutadores do Brasil para se ficar de olho - Rigel Salazar
No próximo dia 3 de junho, José Aldo defenderá o cinturão dos pesos-penas (66 kg) pela primeira vez desde que reconquistou o título da categoria. O duelo acontecerá no UFC Rio contra Max Holloway - Felipe Castello Branco
Ex-campeão dos pesos-pesados do Ultimate, Júnior 'Cigano' terá a chance de recuperar o cinturão no próximo sábado (13) quando enfrentará Stipe Miocic no UFC 211. Em 2014, os atletas se enfrentaram e o brasileiro levou a melhor na decisão dos juízes - Erik Engelhart
Com seis vitórias consecutivas, Demian Maia já deveria ter disputado o cinturão dos meio-médios do Ultimate, na opinião de grande parte dos fãs de MMA. Contudo, para voltar a sonhar com um title-shot, o brasileiro terá que passar pelo perigoso Jorge Masvidal no UFC 211, evento marcado para o próximo sábado (13) - Felipe Castello Branco
Fabrício Werdum perdeu o cinturão dos pesos-pesados para Stipe Miocic quando foi nocauteado pelo americano em maio de 2016. Desde então, o gaúcho fez apenas uma luta - contra Travis Browne - e levou a melhor na decisão dos juízes. Agora, o 'Vai Cavalo' precisa passar por cima de Alistair Overeem, em duelo que será realizado no UFC 213, para voltar a sonhar com o título da categoria - Diego Ribas
Após mais de 20 anos lutando MMA profissionalmente, Vitor Belfort está com data marcada para pendurar suas luvas. No próximo dia 3 de junho, o 'Fenômeno' enfrentará Nate Marquardt no UFC Rio, em duelo que marcará a última apresentação de sua carreira - Felipe Castello Branco
Amanda Nunes já tem data para fazer a segunda defesa do cinturão dos pesos-galos (61 kg) do Ultimate. Após nocautear Ronda Rousey em dezembro passado, a 'Leoa' agora subirá no octógono no UFC 213, evento que será realizado no próximo dia 8 de julho em Las Vegas (EUA), para encarar Valentina Schevchenko - Diego Ribas
Após a retirada de Kelvin Gastelum do UFC Rio, Anderson Silva ficou sem adversário e está fora do card. Na última segunda-feira (1°), o 'Spider' exigiu que sua luta no Rio de Janeiro seja contra Yoel Romero valendo o cinturão interino dos pesos-médios (84 kg) e ameaçou pendurar as luvas caso isso não aconteça. O presidente do Ultimate já deixou claro que isso não acontecerá. O que acontecerá agora com o ex-campeão? - Diego Ribas
Em fevereiro passado, Cris 'Cyborg' foi inocentada da suspeita de doping que ela vinha sendo investigada desde dezembro de 2016. Liberada para voltar a lutar, a brasileira espera enfrentar Germanie de Randamie em duelo valendo o cinturão dos pesos-penas (66 kg) do Ultimate. Apesar de nenhum anúncio oficial, a brasileira já chegou a declarar nas redes sociais que enfrentará a holandesa no UFC 214, evento que será realizado no próximo dia 29 de julho em Anaheim (EUA) - Marcel Alcântara
Desde que decidiu baixar para os pesos-palhas (52 kg) em maio de 2016, Jéssica Andrade se encontrou. A 'Bate-Estaca' venceu os três duelos que disputou e agora vai encarar a campeã da categoria, Joanna Jedrzejczyk, no UFC 211, evento que será realizado no próximo sábado (13) - Felipe Castello Branco
No próximo dia 28 de maio, Glover Teixeira subirá pela segunda vez no octógono somente em 2017. Depois de derrotar Jared Cannonier, o brasileiro terá uma parada duríssima contra Alexander Gustafsson no UFC Estocolmo - Diego Ribas

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *