Michael Bisping anuncia data e local para sua aposentadoria do MMA

Michael Bisping lutará em Xangai três semanas após perder o cinturão – Diego Ribas

Depois de perder o cinturão no UFC 217, que aconteceu no último dia 4 de novembro, em Nova York (EUA), e garantir que não vai se aposentar ainda, Michael Bisping confirmou que estará no show em Xangai (China), no próximo dia 25. E, mesmo entrando no octógono apenas três semanas após deixar de ser o campeão dos médios (84 kg), o inglês prometeu que não deseja pendurar as suas luvas na cidade chinesa.

O ex-campeão do UFC escolheu uma data e um local para dar adeus ao octógono: 17 de março, em Londres (Inglaterra). Isso porque, a maior organização de MMA do mundo já confirmou que no primeiro trimestre de 2018, desembarcará na capital inglesa e Bisping expressou, em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, o seu desejo em estar nesse card.

“Deus abençoe Xangai, eu tenho certeza que as pessoas são ótimas lá, mas não. Eu não tenho nada contra a China, eles são pessoas amáveis. Eu nunca estive na China, por que minha última luta deveria ser lá? Vai ter um card em Londres. Eu adoraria estar nesse. Eu adoraria ir até lá e agradecer aos britânicos pelo apoio e fazer a minha última luta”, explicou o ex-campeão.

“Eu definitivamente quero que a minha última luta seja na Inglaterra. Eu sempre quis que a minha última luta fosse na Inglaterra. Eu estou em paz agora, estou em paz por um longo tempo. Ao contrário do que o ‘GSP’ disse, eu não sou um homem raivoso. Sou um homem muito feliz. É hora de seguir em frente e fazer outra coisa com a minha vida e eu não estou acabado ainda. É por isso que eu quero lutar com o Kelvin [Gastelum], porque eu sei que posso fazer melhor do que eu fiz na outra semana. Me sinto bem, estou em boa forma, não estou machucado, então, por que não? Eu estava planejando que a minha última luta fosse em março. Essa apareceu, então acho que vou fazer mais uma extra. Não estava nos meus planos, mas as circunstâncias me colocaram nessa situação”.

Bisping foi escalado para a luta principal do UFC Xangai depois que Anderson Silva foi testado positivo em um exame antidoping surpresa e, por isso, foi retirado do evento. Com a saída do brasileiro, o ex-campeão da categoria aceitou subir ao octógono apenas três semanas depois de ter perdido o cinturão.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *