Max Holloway abre portas para possível luta com McGregor: “Estou esperando”

Max Holloway garantiu que aceitaria confronto com Conor McGregor – Florian Sädler

Depois de ver Max Holloway nocautear José Aldo no UFC 218 – evento que aconteceu nesse sábado (2), em Detroit (EUA) – pela segunda vez, Conor McGregor usou as suas redes sociais para provocá-lo. Afinal, o irlandês venceu o atual campeão dos penas (66 kg) em duelo realizado em 2013 e, por conta disso, o americano garantiu que ‘Notorious’ está ao passado.

Na publicação, McGregor postou uma foto onde aparece no fundo da imagem de terno e óculos escuros. Contudo, no primeiro plano é possível identificar Holloway com o rosto machucado após a derrota para o irlandês no único encontro entre os lutares. Sobre a provocação, em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, o campeão dos penas revelou que pretende seguir o cronograma da sua categoria e que uma possível superluta com o líder da divisão peso-leve (70 kg) não deve ser uma opção a curto prazo.

“Quando um valentão puxa o seu cabelo, você soca ele na cara. É engraçado. Ele é engraçado, eu não consegui não rir. Eu estou na cabeça dele, pelo visto. Como eu disse, eu sou campeão e trouxemos ordem de volta para a divisão e respeito aos outros lutadores. Eu levei dez lutas para conseguir a droga da disputa pelo cinturão interino e 11 para conseguir o cinturão indiscutível. É a minha obrigação fazer com que as coisas andem como devem andar. Eu preciso respeitar o nosso esporte, a minha divisão e os outros lutadores. No final do dia, esse cara vai continuar tagalerando”, atacou o americano.

O irlandês é esperado para unificar a sua divisão em um confronto com Tony Ferguson, que possui o título interino. Entretanto não há nenhuma confirmação de quando esse encontro pode acontecer. Em meio a boatos de uma nova superluta de McGregor, dessa vez contra o pugilista Paullie Malignaggi no cage, Holloway assegurou que se o campeão dos leves quiser enfrentá-lo, o combate poderá ser marcado.

“O UFC me perguntou sobre uma luta com o Conor nos 70 kg, quando eu assinei o meu novo contrato. Mas eu ouvi que ele vai lutar com Paullie Malignaggi no MMA. Não sei mais o que dizer. Ele se prende àquela vitória. Olhem o que eu fiz. Eu lutei com um cara que as pessoas consideram, e eu considero, o melhor de todos os tempos. E eu dei a ele [José Aldo] uma revanche. Eu não liguei. Se você quer ser o melhor, você precisa bater nos melhores. E o melhor é o ‘Blessed’, querido. Diga a ele que eu estou esperando. Se essa luta não acontecer, não vai ser por nossa culpa. Vai ser por culpa dele. Agora, eu vou focar na minha vida de campeão”, prometeu o campeão dos penas.

McGregor enfrentou o americano em sua segunda luta no UFC, em agosto de 2013. Na época, o irlandês conseguiu a vitória por decisão unânime dos juízes laterais. Essa foi a última derrota de Holloway na maior organização de MMA do mundo, que agora acumula 12 triunfos seguidos, incluindo dois nocautes sobre o brasileiro José Aldo.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *