Lutador nocauteia, mas é atacado por fãs em cima do ringue; veja

Maior torneio de kickboxing do mundo na atualidade, o Glory contou com uma situação para lá de inusitada em sua última edição. Realizado no último sábado (10) em Paris, o torneio corria bem até que uma briga entre fãs e lutador roubou as atenções. Isso mesmo!

Murthel Groenhart dominava a luta até que o oponente Harut Grigorian virasse de costas sem maiores explicações, possivelmente dando a entender que o combate estava acabado. Mas, sem pensar duas vezes, o atleta holandês encaixou um cruzado n indefeso oponente, garantindo a vitória por nocaute, e o início da confusão.

Revoltados, dois torcedores invadiram o ringue e agrediram com socos o vencedor da luta. Mas não por muito tempo, claro, já que seguranças rapidamente entraram em ação para evitar que o clima piorasse. Confira o vídeo a seguir:

Indiscutivelmente, a família Gracie é a mais famosa no mundo da luta. E o caminho para a hegemonia no esporte começou no início do século passado quando Gastão Gracie ajudou o japonês Conde Koma a se estabelecer no Brasil. O mestre de judô e jiu-jitsu, então, ensinou seu filho, Carlos Gracie, que depois passou os ensinamentos ao irmão mais novo, Hélio Gracie - Divulgação - Acervo Pessoal
Franzino e com um pequeno porte físico, Hélio Gracie adaptou as técnicas aprendidas com o irmão para criar o jiu-jitsu brasileiro. Exímio lutador, o mestre da arte suave, falecido em 2009, passou os ensinamentos aos seus filhos: Rickson, Royce, Royler, Rolker, Relson e Rorion - Reprodução
Apesar de apenas 11 de suas lutas estarem registradas em seu cartel de MMA, Rickson Gracie se declara invicto com mais de 400 vitórias na carreira. Mesmo assim, o veterano é considerado por muitos como um dos melhores lutadores de todos os tempos, inclusive por seus irmãos - Erik Engelhart
Em 1993, Royce surpreendeu o mundo ao vencer o primeiro torneio do UFC contra adversários muito mais fortes e mais pesados. No ano seguinte, o veterano voltou a dar um show de jiu-jitsu e conquistou mais dois torneios no maior evento de MMA no mundo - Reprodução/ Instagram
Filho mais velho de Hélio Gracie, Rorion foi simplesmente o fundador e idealizador do UFC, tendo desenhado ele mesmo o octógono. O veterano é uma das poucas pessoas no mundo a ostentar uma faixa vermelha de jiu-jitsu - Reprodução/Facebook
Os irmãos Relson e Royler se destacaram nos campeonatos de jiu-jitsu. Enquanto o primeiro permaneceu invicto por 22 anos no campeonato nacional, o segundo conquistou quatro campeonatos mundiais - Acervo Pessoal
No outro lado da família, Carlson Gracie, filho de Carlos e sobrinho de Hélio, despontou como treinador de jiu-jitsu. O 'Mestre Carslon', como era chamado, treinou inúmeros atletas brasileiros, incluindo lutadores de nome como Vitor Belfort, Murilo Bustamante, Wallid Ismail, Amauri Bitetti e Ricardo Libório - Reprodução/Facebook
Filho de Carlos mas criado por Hélio, Rolls Gracie foi o responsável pela introdução de técnicas de outras modalidades no jiu-jitsu. Primeiro membro da família a vencer uma luta fora do Brasil, o atleta morreu jovem, em 1982, vítima de um acidente de asa delta - Reprodução/Facebook
Conhecido por seu senso de humor e estilo agressivo nos cages, Renzo Gracie é famoso por já treinado jiu-jitsu para vários lutadores de MMA de renome, como Chris Weidman, Frankie Edgar, Nick Diaz e Georges St-Pierre. O veterano é neto de Carlos e sobrinho de Carlson - Diego Ribas
Polêmico e de gênio difícil, o irmão de Renzo, Ryan Gracie, ficou mais famoso pelos seus problemas com a polícia do que por seu talento nos cages. Em 2007, o atleta foi preso em São Paulo depois de ter uma crise de paranoia e roubar um carro, e acabou morrendo na delegacia em função de medicamentos ingeridos - Reprodução/Facebook
Neto de Carlos e sobrinho de Carlson, Roger Gracie é uma lenda do jiu-jitsu. O atleta coleciona nada menos que 10 títulos mundiais no esporte - Divulgação
Sobrinha de Renzo e Ryan e neta de Carlson, Kyra Gracie foi a primeira mulher na família a receber a faixa preta de jiu-jitsu. A atleta já conquistou nada menos que cinco campeonatos mundiais - Reprodução/Facebook

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *