Top 15 bizarrice! Confira situações inusitadas dentro dos cages de MMA

No último dia 25 de junho, o duelo entre Felice Herrig e Justine Kish chamou a atenção por um detalhe nada agradável. Nos instantes finais da disputa, Justine foi pega em um estrangulamento e, ao fazer tanta força para tentar escapar da posição, acabou defecando e manchando o tablado. Mas essa não foi a primeira vez que algo bizarro aconteceu dentro dos cages de MMA. Confira outras situações inusitadas e estranhas que já rolaram nas artes marciais mistas - Reprodução
O cubano Yoel Romero é outro que já encarou esse constrangimento no octógono. Anos atrás, durante uma luta, o peso-médio fez força demais ao tentar derrubar um adversário e exibiu uma enorme mancha marrom em seu shorts... - Diego Ribas
Um dos maiores nomes da história do MMA, Randy Couture teve uma despedida nem um pouco feliz do esporte. Na última apresentação da carreira, o americano encarou Lyoto Machida e foi nocauteado por um chute frontal espetacular. O golpe foi tão bem aplicado que é possível ver, nas imagens em câmera lenta, o dente do veterano voando após o chute do brasileiro - Divulgação/UFC
O duelo entre Fedor Emelianenko e Matt Mitrione realizado no Bellator 180 ficou marcado por um lance mais do que curioso. Ainda no início do combate, enquanto se estudavam pelo cage, os pesos-pesados acertaram golpes ao mesmo tempo, provocando um verdadeiro duplo knockdown - Divulgação
Anderson Silva já protagonizou algumas cenas curiosas. Dentre elas, durante luta contra Michael Bisping, o brasileiro aplicou um knock down e subiu na grade comemorando. No entanto, a interrupção foi decretada pelo final do round, e o brasileiro demorou a entender que o combate não havia encerrado, o que ainda rendeu segundos extras para que o rival se recuperasse - Diego Ribas
Nick Diaz, um dos lutadores mais carismáticos e ao mesmo tempo polêmicos da história do UFC causou em luta contra Anderson Silva. Sem se importar com o nome do rival e com a diferença de tamanho a favor do brasileiro, o fanfarrão deitou no octógono logo no início da luta, arrancando vibrações e gritos da plateia que lotava o MGM - Reprodução/site UFC
Em 2005 o UFC protagonizou uma das lutas mais emocionantes da história. Durante uma revanche entre Matt Hughes e Frank Trigg, o americano aplicou um chute nas partes íntimas do ex-campeão e o juiz não viu. Aproveitando o bom momento, Trigg partiu para cima e quase finalizou o rival. No entanto, para surpresa geral, Hugues não apenas se recuperou dos diversos golpes que levou como aplicou um mata-leão para vencer a luta de forma espetacular. E tudo isso em apenas um round... - Divulgação UFC
Um lance polêmico terminou de forma precoce o duelo entre Michael Chiesa e Kevin Lee, realizado no UFC Oklahoma. Em determinado momento do combate, Lee encaixou um justo mata-leão e, antes mesmo de ‘Maverick’ bater três vezes em desistência, o árbitro optou por interromper o duelo – ao que tudo indica, Mário Yamasaki interpretou que o barbudo havia apagado - Diego Ribas
Em dezembro de 2013, Anderson Silva sofreu uma das contusões mais graves e famosas do MMA. Ao realizar uma revanche contra Chris Weidman, o 'Spider' aplicou um chute baixo em determinado momento da luta que, ao ser bloqueado pelo americano, acabou fazendo com que quebrasse a perna esquerda ao meio - Reprodução/Site UFC
Matt Hughes foi campeão duas vezes dos meio-médios e enquanto dominava a categoria protagonizou um momento bizarro. Ao erguer o rival Carlos Newton, que aplicava um triângulo, Matt desmaiou e terminou por arremessar o canadense no chão, que também apagou. Como acordou primeiro, o americano venceu. É mole? - Divulgação/UFC
Clay Guida é um dos maiores veteranos da história do UFC. No entanto, o que mais o tornou famoso foi, acreditem, seus arrotos durante os intervalos dos rounds... - Reprodução
Show de horror - assim pode ser chamado o duelo entre Kimbo Slice e 'Dada 5000' realizado no Bellator 149. Sem preparo físico algum por parte dos atletas, ambos se arrastaram pelo cage até Kimbo conseguir o nocaute - Divulgação
No UFC 159, Jon Jones encarou Chael Sonnen em uma luta que lhe custou caro. Apesar de ter massacrado o falastrão americano no octógono, 'Bones' saiu do duelo com o dedo quebrado - Reprodução
Assim como Jon Jones, Uriah Hall também teve que superar um dedo quebrado para sair vitorioso do octógono. Em julho de 2014, o jamaicano derrotou Thiago 'Marreta' após sofrer a lesão durante o combate - Reprodução
O duelo entre Cheick Kongo e Pat Barry foi marcado por uma das maiores reviravoltas já vistas no MMA. Após sofrer dois knockdowns seguidos e estar semiapagado, o francês conseguiu se recuperar e nocautear americano para surpresa geral - Divulgação/UFC

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *