Top 10! Veja lista de possíveis rivais para despedida de Vitor Belfort

Com apenas mais uma luta em seu contrato, Vitor Belfort deixou claro que quer se despedir do UFC com uma disputa em casa, no próximo dia 3 de junho. Como opções, o carioca abriu opção de subir para os meio-pesados (93 kg), ficar nos médios (84 kg), encarar um estrangeiro (preferência) ou até mesmo um compatriota. Com tantas opções, a Ag. Fight elencou dez rivais que poderiam fazer parte deste show. Confira! - Florian Sadler
Como revelou durante entrevista para a Ag. Fight, Belfort abriu as portas para um confronto com CM Punk, ex-astro da WWE que migrou para o MMA com uma derrota vexatória. Apesar de ter virado piada entre os especialistas, o confronto segue como uma bela oportunidade do brasileiro garantir uma boa quantia em sua conta bancária - Diego Ribas
Tim Kennedy está aposentado, mas como ele sempre deixou claro que não gosta do Vitor Belfort, porquê não deixar os quatro meses de aposentado de lado para um duelo que pode ser como médio ou meio-pesado? - Diego Ribas
Cada vez mais conhecido entre os fãs brasileiros, Rafael 'Sapo' poderia travar o duelo de despedida do 'Fenômeno' em sua segunda apresentação no UFC em solo nacional - Diego Ribas
Mas, porquê não pensar alto e colocar frente a frente dois veteranos mais do que famosos entre os fãs brasileiros? Maurício 'Shogun', que venceu suas três últimas lutas no UFC, poderia encarar o veterano em um clássico entre dois ex-campeões - Erik Engelhart
Tim Boetsch compete como peso-médio, mas em tamanho de meio--pesado. Ou seja, o 'Barbarian' poderia encontrar com o veterano brasileiro em qualquer categoria que ele queira. Vale o desafio, ainda mais pelo confronto de estilos entre um atleta técnico e um gigante explosivo - Youtube
Vindo de derrota por pontos para Anderson Silva, Corey Anderson seria outra boa opção para o adeus de Belfort. Wrestler que tem dificuldades contra bons trocadores, o americano colocaria em jogo uma bela disputa, com certeza - Florian Sadler
Urijah Hall atravessa a pior fase de sua carreira. Com seguidas derrotas, o americano teria no lendário brasileiro a chance de se reerguer no octógono - Youtube
Jovem e inexperiente, Tyson Pedro segue invicto e parece agradar as promotores do UFC pelo seu estilo agressivo. Porquê não colocá-lo logo em um grande desafio em sua carreira - Rigel Salazar
Misha Circunov é a cara do MMA na Dinamarca no momento. Agressivo e nocauteador, o atleta de 30 anos,no entanto, nunca enfrentou um grande nome. Teria chegado a hora? - Divulgação/ UFC
Gian Villante veio ao Brasil e perdeu para Shogun. Parceiro de treinos de Chris Weidman, o meio-pesado precisa vencer para se reerguer. E nada melhor do que encarar um grande nome para isso - Tobias Bunnenberg

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *