Top 10! Lutadores que sofrem para encontrar rivais no UFC

Anderson Silva estava confirmado no UFC Rio, evento que será realizado no próximo mês de junho, até o doping de Kelvin Gastellum, adversário que testou positivo para maconha e deixou o card. Desde então o Ultimate está a procura de um substituto para o americano, mas está complicado. Alguns lutadores recusaram o convite, o que fez a Ag. Fight te mostrar outros dez competidores que também são temidos e enfrentam dificuldades para conseguir duelos
Ex-campeão peso-pesado do UFC, Júnior 'Cigano' recentemente viveu um calvário para encontrar um adversário. Após a lesão de Stefan Struve, oponente que enfrentaria anteriormente, o brasileiro teve seu nome negado por alguns atletas, entre eles seu rival Fabrício Werdum. No entanto, ele foi recompensado e disputará o cinturão contra Stipe Miocic - Erik Engelhart
Robbie Lawler se caracterizou como um dos lutadores mais sanguinários do UFC, título que foi dado em virtude das guerras que protagonizou dentro do octógono. Ele é ex-campeão meio-médio (77 kg), e desde que perdeu o título, ainda em julho de 2016, e detém o posto de um dos atletas mais temidos do UFC - Diego Ribas
Com um jiu-jitsu primoroso e golpes potentes na trocação, Ronaldo 'Jacaré' é um dos atletas mais temidos na divisão dos médios (84 kg). Em virtude disso, o brasileiro sofre para encontrar adversário ranqueados dispostos a lhe enfrentar, inclusive Michael Bisping, campeão da categoria - Diego Ribas
Invicta desde 2005, Cris 'Cyborg' ostenta o posto de lutadora mais temida do mundo na atualidade. A brasileira é ex-campeã do Invicta e recentemente viu Germaine de Randamie, a detentora do título peso-pena (66 kg) do UFC, evitar enfrentá-la, mas no fim parece que o duelo vai ocorrer - Felipe Castello Branco
Yoel Romero é outro que também é deixado de lado por seus adversários. Mas também não é para menos, já que o cubano ainda não perdeu no UFC e acumula vitórias sobre alguns dos maiores nomes de sua categoria – Ronaldo 'Jacaré' e Chris Weidman -, a peso-médio (84 kg) - Diego Ribas
Apesar de sua recente aposentadoria, Anthony Johnson foi considerado um dos atletas com os socos mais potentes do UFC. O americano de 1,93 metro chegou a competir na categoria dos médios antes de escrever seu nome na dos meio-pesados (93 kg) e disputar o título duas vezes. Em suas últimas vitórias, os nocautes prevalecem - Diego Ribas
Primeira brasileira a disputar o cinturão peso-palha (52 kg) do UFC, Cláudia Gadelha e seu jiu-jitsu apurado são temidos por grande parte das atletas de sua divisão, já que, após sua última disputa de cinturão, encontrou dificuldades para achar um adversária ranqueada disposta a enfrentá-la - Marcel Alcântara
Apesar de vir de duas derrotas, Carlos Condit também é um dos atletas que encontram dificuldades para encontrar oponentes. Isso porque o estilo de luta do americano é agressivo e normalmente traz muitos perigos para seus adversários - Diego Ribas
Fechando a lista, ninguém menos do que Khabib Nurmagomedov. Invicto como profissional em sua carreira no MMA, o russo é o típico adversário evitado pelos atletas da divisão dos leves (70 kg). Seu estilo de luta pragmático normalmente anula o jogo de seus adversários, o que explica a razão de ser tão preterido - Diego Ribas

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *