Elas têm o poder! Relembre todos os cards numerados liderados por mulheres no UFC

Aos poucos, as mulheres estão ganhando cada vez mais espaço no UFC. No próximo sábado (8), Amanda Nunes subirá no octógono do UFC 213 para defender o cinturão dos pesos-galos (61 kg) contra Valentina Shevchenko na luta principal do show. O episódio, além de marcar o nono evento numerado liderado por mulheres na organização, também deixa evidente a quebra do monopólio de 'Rowdy' - que, durante anos, esteve presente em todos os 'main event' femininos. Confira todos os espetáculos onde elas foram o centro das atenções - Diego Ribas
UFC 157: Em 2013, Ronda Rousey fez sua primeira apresentação no Ultimate e finalizou Liz Carmouche para defender o cinturão inaugural peso-galo (61 kg) no primeiro evento numerado liderado por mulheres na companhia - Erik Engelhart
UFC 170: Um ano depois, Ronda voltou a liderar o card de um evento do Ultimate. Dessa vez, 'Rowdy' nocauteou Sara McMann para defender o título dos galos - Erik Engelhart
UFC 184: No evento de número 184 da companhia, Ronda encarou Cat Zingano na luta principal do show. Com apenas 14 segundos de combate, Rowdy finalizou a rival com uma chave de braço - Reprodução/site UFC
UFC 190: Realizado no Rio de Janeiro, o UFC Rio 7 contou com o duelo entre Ronda e Bethe Correia para liderar o show. Com um nocaute ainda no primeiro round, a americana fez sua sexta defesa de cinturão seguida - Erik Engelhart
UFC 193: No dia 14 de novembro de 2015, o reinado de Ronda chegou ao fim. Na luta principal do evento de número 193, Rowdy acabou nocauteada e perdeu o cinturão dos galos para Holly Holm - Reprodução/site UFC
UFC 200: Após conquistar o cinturão dos galos em cima de Holly Holm, Miesha Tate defendeu seu título no histórico show de número 200, que marcou a primeira vez que o card de um evento numerado foi liderado por mulheres sem a presença de Ronda Rousey. E, para a alegria dos fãs brasileiros, a 'Leoa' finalizou a americana ainda no primeiro round e se tornou a nova campeã da categoria - Diego Ribas
UFC 207: Em sua primeira defesa de cinturão, Amanda encarou justamente Ronda na luta principal do último show numerado de 2016. Com uma excelente atuação, a Leoa nocauteou Rowdy com apenas 48s de luta - Diego Ribas
UFC 208: O cinturão inaugural dos pesos-penas (66 kg) feminino foi disputado na luta principal do primeiro show numerado de 2017. Após uma batalha de cinco rounds, Germaine de Randamie superou Holly Holm - Divulgação

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *