Confira 10 lutas que poderiam acontecer na ‘Liga das Lendas’

Pelo visto, a ideia de Vitor Belfort de criar uma 'Liga das Lendas' para veteranos do MMA foi vista com bons olhos por diversos lutadores e fãs do esporte. Afinal, quem não gostaria de ver grandes estrelas das artes marciais mistas, já aposentadas, de volta aos cages? Confira dez duelos que poderiam ser inseridos no novo modelo de torneio idealizado pelo brasileiro - Divulgação/UFC
Responsável por garantir a terceira derrota da carreira de Vitor Belfort, Chuck Liddell seria um ótimo teste para o brasileiro, idealizador da 'Liga das Lendas'. Além de trazer de volta ao octógono um ex-campeão do UFC, o 'Fenômeno' teria a chance de vingar o revés sofrido em 2002 - Florian Sädler
Em outubro de 2003, Rodrigo 'Minotauro' e Mirko 'Cro Cop' se enfrentaram em duelo que valeu o título interino dos pesos-pesados do Pride. Com uma chave de braço, o brasileiro finalizou e garantiu a primeira derrota da carreira do croata. Agora, quase 15 anos depois, uma revanche entre essas lendas do MMA não seria nada mal - Diego Ribas
Protagonistas de umas das histórias mais famosas do mundo da luta, quando o jiu-jitsu e a luta livre disputavam a supremacia nas artes marciais, Rickson Gracie e Marco Ruas estiveram próximos de se enfrentarem. Mais de vinte anos depois com ambos os atletas aposentados, seria a hora dessa superluta sair do papel? - Erik Engelhart
Mais de 15 anos atrás, Renzo Gracie e Kazushi Sakuraba protagonizaram uma batalha épica no Pride 10, quando o japonês venceu o combate com uma finalização (kimura). O veterano ficou famoso por ter vencido quatro membros da família Gracie nos cages - Reprodução
Aposentado desde 2011, Matt Hughes declarou recentemente que tem vontade de voltar a lutar. E ao saber da intenção do americano, Royce Gracie já se prontificou em fazer uma revanche contra o meio-médio (77 kg), que lhe derrotou por nocaute em maio de 2006 - Reprodução/Instagram
Em 2011, Renato 'Babalu' e Tito Ortiz passaram a treinar na mesma academia sob a tutela de Rafael Cordeiro. Entretanto, engana-se quem pensa que os dois atletas viraram amigos. Pelo contrário. Os lutadores se detestatavam, discutiram e quase se enfrentaram. Chegou o momento dessa luta sair do papel? - Diego Ribas
Em setembro de 2006, BJ Penn sofreu a quarta derrora da carreira ao ser nocauteado por Matt Hughes. Mais de dez anos depois, uma revanche entre os meio-médios (77 kg) ainda encheria os olhos dos fãs de MMA - Reprodução/Site UFC
Quando Pedro Rizzo subiu no octógono em 2001 para enfrentar Randy Couture pelo cinturão dos pesos-pesados do UFC, o brasileiro colecionava apenas uma derrota na carreira, que já contava com 12 apresentações. No entanto, após uma controversa decisão dos juízes, o brasileiro acabou levando a pior no combate. E na revanche, realizada apenas seis meses depois, o especialista na luta livre acabou nocauteado pelo americano - Divulgação/UFC
Nos anos 90 e início dos anos 2000, dois lutadores se destacaram na categoria dos meio-pesados (93 kg): Frank Shamrock e Kazushi Sakuraba. E no entanto, um duelo entre os atletas nunca saiu do papel. Enquanto o americano se aposentou pela primeira vez como campeão do UFC, o japonês colecionou vitórias em cima de grandes nomes do MMA - Divulgação
Maurice Smith certamente nunca esqueceu de Bas Rutten. No ano de 1995, o americano encarou o holandês por duas vezes em um período de sete meses e acabou finalizado nas duas ocasiões: primeiro por uma chave de joelho e depois por uma mata-leão. Será que o veterano conseguiria devolver uma dessas derrotas mais de 20 anos depois? - Reprodução

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *