Edson Barboza admite que estratégia de Nurmagomedov o surpreendeu

Edson Barboza foi derrotado no UFC 219 por Khabib Nurmagomedov – Rigel Salazar

Edson Barboza foi derrotado no co-main event do UFC 219, ocorrido no último dia 30 de dezembro, em Las Vegas (EUA), por Khabib Nurmagomedov. Depois que os juízes laterais decidiram de forma unânime contra ele, o brasileiro teve a oportunidade de analisar o cenário vivido dentro do octógono, e constatou que caiu no jogo do seu adversário durante os 15 minutos de confronto.

A estratégia do brasileiro era trocar em pé e não se submeter às tentativas de quedas que Nurmagomedov apostaria ao longo da luta. Contudo, em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, Barboza observou que o plano do russo foi diferente do esperado, já que o seu adversário buscou o confronto desde os primeiros segundos, uma atitude que não foi estudada durante o seu camp.

“Não estava esperando que aquilo acontecesse. Fiquei muito chateado na semana depois da luta, porque eu estava bem preparado, tive um camp lindo. Foi duro perder, sem dúvidas. Foi bem parecido com o que imaginamos. Sabia que ele não tentaria me derrubar no meio do octógono. Sabia que a sua única chance de me derrubar era perto da grade, então obviamente eu trabalhei muito. Mas ele foi capaz de impor o seu jogo e não consegui sair dele. Esse foi o problema. Me senti no jogo dele, passei 15 minutos fazendo o jogo dele”, ponderou o atual número quatro do ranking oficial dos leves (70 kg).

“Honestamente, não esperava isso. Ele andava para trás nas suas lutas anteriores antes de tentar as derrubadas. Estava preparado para isso, mas pensei que ele faria o que sempre faz, evitar a trocação. Me surpreendeu que ele andou para frente”.

Apesar da derrota, Barboza já retornou à academia e afirmou que deseja se redimir em breve. Por estar no topo do ranking da sua divisão, o brasileiro garantiu que seu objetivo é enfrentar alguém que esteja em uma posição próxima a dele para voltar a ter uma chance de chegar próximo do cinturão.

“Já estou treinando duro. Quero lutar. Ainda estou como um dos melhores do ranking, então quero lutar com alguém o mais perto possível. O sonho continua. Quero disputar o cinturão. Quero ser campeão. O único jeito de conseguir isso é derrubando os caras que estão perto de mim no ranking”, assegurou o atleta.

Com este resultado negativo, a sequência de vitórias de Barboza foi interrompida. Na carreira, o brasileiro foi derrotado em cinco ocasiões e venceu em 19 oportunidades, sendo que 11 foram por nocaute.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *