Dana White confirma negociações para duelo entre GSP e Nate Diaz

Presidente do UFC, Dana White revelou desejo realizado luta entre GSP e Diaz – Rigel Salazar

Marcado para o dia 4 de agosto em Los Angeles (EUA), o UFC 227 pode ter um duelo especial para os fãs. Isso porque, os boatos de que um confronto entre Nate Diaz e Georges St-Pierre estaria sendo negociado para o show na Califórnia parecem ser verdadeiros. Afinal de contas, o próprio presidente do UFC, Dana White, admitiu que quer realizar esse combate no card em L.A.

Durante um episódio recente do programa de podcast ‘UFC Unfiltered’, Dana confirmou que está trabalhando para anunciar uma luta entre GSP e Nate nos pesos-leves (70 kg). Além disso, o dirigente também confirmou que um duelo entre Alexander Gustafsson e Luke Rockhold deve sair do papel.

“É verdade, e eles [St-Pierre e Diaz] lutariam na divisão dos leves. Existem rumores de que estamos casando um duelo entre Gustafsson e Rockhold. Isso é verdade, mas essa luta não será pelo título interino. Isso é falso. Deve acontecer em Los Angeles. No cenário perfeito, se tudo der certo: [TJ] Dillashaw vs. [Cody] Garbrandt, GSP vs. Diaz como evento co-principal, Gusrtafsson vs. Rockhold e Derek Brunson vs. Antônio Carlos Junior [Cara de Sapato]”, afirmou, antes de explicar a sua situação contratual com os irmãos Diaz.

“Nós estamos oferecendo lutas ao Nate Diaz por um longo tempo. No seu contrato, assim como o Nick Diaz, eu tenho que dar a eles três lutas por ano. Pelo contrato, se eu não colocar eles em três lutas no ano, eu tenho que pagar. Eu honrei meu contrato com esses caras. Eles recusam lutas e isso estende o contrato deles”, contou.

Até o momento, o UFC 227 conta apenas com um duelo oficialmente confirmado. Na luta principal da noite, TJ Dillashaw defenderá o cinturão peso-galo (61 kg) diante de Cody Garbrandt. Esse será o primeiro combate dos dois atletas desde que eles se enfrentaram em novembro passado, quando TJ levou a melhor e nocauteou ‘No Love’.

Ex-campeã peso-galo (61 kg) do Strikeforce e do UFC e considerada por muitos como uma das maiores lutadoras de todos os tempos, Ronda Rousey fez sua estreia na WWE (maior campeonato de pro-wrestling do mundo) no último domingo (8). Assim como 'Rowdy', alguns outros astros no mundo das artes marciais também já passaram pela famosa liga americana. Relembre alguns nomes - Reprodução/YouTube
Considerado por muitos como um dos maiores lutadores de boxe de todos os tempos, Floyd Maweather Jr. teve rápida passagem pela WWE. Na 24ª edição da Wrestlemania, 'Money' encarou 'Big Show' e venceu o gigante - Diego Ribas
Assim como Mayweather, Mike Tyson também teve uma rápida passagem pela maior liga de pro-wrestling do mundo. Em janeiro de 2010, em uma edição do show, o pugilista foi convidado para apresentar e ter uma participação especial no evento - Reprodução/YouTube
Diversas vezes campeão na WWE, Brock Lesnar assinou com o UFC em 2007 e chegou a conquistar o cinturão dos pesos-pesados no ano seguinte. Em 2011, após sofrer duas derrotas consecutivas, o americano voltou para o pro-wrestling. Anos mais tarde, em 2016, o gigante ainda voltou ao Ultimate para encarar Mark Hunt. Após o duelo, o atleta foi pego no exame antidoping - Diego Ribas
Além de ser um dos grandes nomes da história do UFC, Ken Shamrock também deixou seu legado na WWE. Durante a década de 90, o veterano conquistou alguns títulos na liga de pro wrestling - Reprodução/Sherdog
Após entrar para a WWE em 2003, Bobby Lashley decidiu romper seu contrato com a companhia em 2008 e começar a praticar artes marciais. Em 2014, o americano retornou ao pro-wrestling ao mesmo tempo em que assinou contrato com o Bellator - Reprodução/Instagram
Antes de assinar com a WWE em 2009, Alberto del Rio teve uma grande carreira na luta greco-romana. Membro da seleção mexicana, o atleta também chegou a competir MMA entre o período de 2001 a 2010 - Reprodução/Instagram

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *