Chuck Liddell será submetido a exames aprofundados para poder voltar a lutar

Chuck Liddell espera voltar a lutar, mesmo aos 48 anos – Erik Engelhart

Antes de colocar em prática sua vontade de voltar a lutar MMA, Chuck Liddell tem uma grande barreira a ultrapassar: a Comissão Atlética da Califórnia. O ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC vai precisar se submeter aos exames solicitados e esperar a autorização. Conforme declarou Andy Foster, diretor executivo da entidade, ao site ‘MMA Junkie’, o ‘Homem de Gelo’ vai ser testado aprofundadamente.

Liddell tem 48 anos e não entra no octógono desde 2010, quando foi nocauteado por Rich Franklin. Recentemente, o lutador decidiu reverter sua aposentadoria e tem negociado com Oscar De La Hoya para entrar no cage de uma organização a ser lançada, de  propriedade do ex-boxeador, intitulada ‘Golden Boy MMA’.

Para isso, Foster explicou que há um protocolo específico para liberar atletas acima dos 40 anos, incluindo uma Angiografia por Ressonância Magnética (ARM) no cérebro. “Se Chuck for liberado nos exames — os mais avançados —, eu vou conceder administrativamente a licença”, afirmou.

Além da angiorressonância, são exigidos na Comissão Atlética da Califórnia exames anuais de sangue, ressonância magnética com contraste, eletrocardiograma, testes cardíacos, neurológicos e de visão.

De acordo com Foster, os três nocautes seguidos que Chuck sofreu no fim de sua passagem pelo UFC — Rich Franklin, Maurício Shogun e Rashad Evans — não o impedem de conseguir a autorização, desde que os exames o liberem.

“Obviamente, vai depender do adversário. Não quero comentar sobre quem é o adversário. Você é o repórter e você sabe muito bem quem é. Mas a capacidade de obter a licença é diferente da capacidade de poder competir, e a capacidade de poder competir vai depender de quem é o adversário”, falou ao site.

Segundo declarou De La Hoya na semana passada, o provável rival de Liddell em seu retorno ao MMA será Tito Ortiz, de 43 anos, que lutou pela última vez no Bellator 170, em janeiro de 2017. Eles lutaram duas vezes, com duas vitórias do ‘Homem de Gelo’.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *