Bellator define data e local para Roy Nelson x Matt Mitrione

Roy Nelson é ex-atleta do UFC, assim como Matt Mitrione – Rigel Salazar

O Bellator anunciou recentemente uma das atrações mais interessantes para o MMA em 2018. O evento fará um torneio na categoria dos pesos-pesados e colocará grandes nomes do seu plantel para disputarem o GP em um chaveamento que já foi previamente disponibilizado. E, aos poucos, a organização começa a colocar data e local certo para cada confronto.

Nessa terça-feira (5), o Bellator anunciou que a segunda luta das quartas de final do torneio será realizada no dia 16 de fevereiro, em Uncasville, no estado de Connecticut (EUA). Roy Nelson e Matt Mitrione medirão forças na luta principal deste evento, e o vencedor estará na semifinal.

Aos 41 anos, Roy Nelson possui um cartel de 23 vitórias e 14 derrotas no MMA. Assim como o carismático gordinho, Mitrione também é ex-UFC. Desde que deixou o Ultimate, Matt conquistou três vitórias no Bellator – todas por nocaute.

A primeira luta das quartas do torneio dos pesados será realizada no dia 20 de janeiro. Quinton ‘Rampage’ Jackson enfrentará Chael Sonnen no Bellator 193. Depois que Nelson e Mitrione se enfrentarem, Fedor Emelianenko medirá forças com Frank Mir em abril e Ryan Bader enfrentará King Mo em maio.

Não há dúvidas de que o UFC é o maior evento de MMA do mundo e, por conta disso, o "passe" de um lutador que é contratado pela organização sobe de valor e prestígio. No entanto, quando algum atleta deixa o octógono, ele ainda pode se manter em alta, e a prova disso é o Bellator, que vem crescendo e conquistando grandes índices de audiência reciclando e reaproveitando alguns ex-UFCs. Veja a lista dos 10 mais famosos da lista do segundo maior torneio de MMA do mundo
Tito Ortiz é ex-campeão e membro do hall da fama do UFC - Divulgação UFC
Próximo rival de Tito Ortiz no Bellator, Stephan Bonnar, também membro do Hall da Fama, foi emprestado pelo UFC apenas para essa disputa, em confronto que já dá o que falar pela rivalidade criada pelos competidores
Primeiro grande nome do MMA mundial, Royce Gracie foi contratado pelo Bellator para ajudar na divulgação do evento pelo mundo - Divulgação
Ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) do UFC, Quinton 'Rampage' Jackson é um dos principais nomes da categoria e, próximo de disputar o cinturão, carrega uma legião de fãs que o acompanham desde a época do Pride
Aos 43 anos, Vladimir Matyushenko, ex-parceiro de treino de Randy Couture, Dan Henderson e Ton Erickson, ainda segue na ativa e, apesar de longe da melhor forma, mostrou ser capaz de proporcionar grande combates no Bellator
John 'Macapá', participante da primeira temporada do TUF Brasil, é outro que, depois de passar pelo octógono do UFC, agora faz combates no rival Bellator
O ex-judoca Rameau Thierry Sokoudjou começou assombrando os brasileiros Ricardo Arona e Rogério 'Minotouro' no Pride antes de migrar para o UFC. Lá, por não apresentar resultados convincentes, foi cortado e hoje desfila seu estilo agressivo e nocauteador no Bellator
Aos 42 anos, Houston Alexander segue em atividade evem de vitória na organizaão
Rival de Fabio Maldonado no Brasil, Joey Beltran acabou nocauteado por Emanuel Newton durante disputa de cinturão dos meio-pesados do evento
Nova aposta do Bellato, Josh Neer tem estreia programada para o dia 17 de outubro

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *