Barão não teme as quedas de Dillashaw: “Se me derrubar, vai ser finalizado”

Barão fará sua segunda defesa de cinturão linear dos galos - Erik Engelhart

Barão fará sua segunda defesa de cinturão linear dos galos – Erik Engelhart

Campeão dos galos do UFC, Renan Barão mal defendeu o cinturão contra Urijah Faber, em fevereiro e, em 24 de maio, terá pela frente um companheiro de equipe do “Garoto da Califórnia” como o novo desafiante. TJ Dilashaw também treina na Alpha Male, equipe freguesa da Nova União.

Em um bate-papo com a imprensa, nessa terça-feira (8), no Rio de Janeiro, Renan Barão respondeu à provocação de Dillashaw, que disse que irá faltar fôlego ao potiguar.

“Falar, até papagaio fala. Nunca demonstrei cansaço nas minhas lutas, sempre me apresentei muito bem preparado. Vamos ver se isso que ele está falando vai acontecer dentro do octógono. Espero que não (risos)”, descontraiu, o campeão.

Barão prometeu ir para cima o tempo inteiro e definir o combate, como fez em suas últimas três apresentações. O campeão garantiu que não teme o wrestling e as quedas de Dillashaw.

“O chão para muitos é o fim, para o jiu-jitsu é só o começo. Acredito que posso surpreender, se ele tentar me derrubar. Eu nunca deixei de treinar jiu-jitsu, eu sempre treino de pano e, se ele conseguir me derrubar, será finalizado sem dúvidas nenhuma. Se ele me derrubar, ou vai ser raspado ou finalizado”, concluiu.

Confira abaixo a entrevista completa com o campeão dos galos do UFC.

Você enfrentaria o Raphael Assunção, que se machucou e deu lugar a TJ Dillashaw. Como recebeu essa notícia?

O Raphael machucou a costela e não pode pegar a oportunidade de lutar pelo cinturão e acredito que se não fosse dessa vez, ele deveria ser o próximo, então essa mudança não me pegou de surpresa.

O Dillashaw disse que você é muito grande para a categoria, mas que em contrapartida comentou que vai te vencer no gás, que por causa do tamanho, não teria fôlego para fazer cinco rounds com ele. O que achou dessa declaração?

Falar, até papagaio fala. Nunca demonstrei cansaço nas minhas lutas, sempre me apresentei muito bem preparado. Vamos ver se isso que ele está falando vai acontecer dentro do octógono. Espero que não (risos).

A ideia dele é prolongar a luta. Você vai vir para decidir, como de costume?

Ele pode querer, mas eu vou andar para frente o tempo inteiro para nocautear ou finalizar a qualquer momento. Pois é, ele tem um wrestling e um gás muito bom, como ele mesmo está falando e tem melhorado muito em pé, então eu irei sentir a luta em pé, para ver o que fazer.

Muitos campeões com o passar do tempo, passam a lutar de maneira mais segura, sem se expor e acabam vencendo por pontos. Nós vamos ver sempre esse Barão que vem para decidir?

Meu objetivo é esse, eu entro para atacar e decidir o combate. Eles ficam mais cautelosos, pois a medida que passa todo mundo vira estudioso do jogo do campeão, é normal. O Dilashaw está treinando há bastante tempo, tem grandes vitórias, não é bobo e não se credenciou por acaso, então não posso achar que vou entrar e ir para dentro de qualquer maneira. Preciso é sempre estar um passo a frente para surgir a oportunidade de finalizar a luta e manter o cinturão.

Ele vai tentar te derrubar. Caso consiga, poderemos voltar a ver o Barão finalizador?

Com certeza, o chão para muitos é o fim, para o jiu-jitsu é só o começo. Acredito que posso surpreender, se ele tentar me derrubar. Eu nunca deixei de treinar jiu-jitsu, eu sempre treino de pano e, se ele conseguir me derrubar, será finalizado sem dúvidas nenhuma. Se ele me derrubar, ou vai ser raspado ou finalizado.

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *