André Dida exibe treino animado e irreverente em rede social; veja

Quem pensa que treinos de MMA e outras artes marciais são necessariamente sérios e sem descontração está muito enganado. Na equipe Evolução Thai, de Curitiba, as atividades são animadas… E um tanto quanto diferentes.

Através de sua conta no Instagram, o treinador André Dida publicou um vídeo de um treinamento onde um de seus pupilos aparece cercado pelos companheiros e é obrigado a trabalhar suas joelhadas enquanto os demais atletas lhe dão empurrões com manoplas. Ao lado das imagens, o técnico brincou: “Treinamento segurança de balada!!”.

Assista abaixo (ou clique aqui) o vídeo publicado por André Dida no Instagram.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Desde que estreou no UFC no começo do ano de 2016, Cris 'Cyborg' não teve vida fácil e passou por diversas situações no mínimo desagradáveis. Em meio a oponentes que não queriam enfrentá-la, dificuldades para bater o peso e a falta de respeito por parte de ícones do MMA, a brasileira finalmente conseguiu a chance de disputar o título. Por isso, a Ag. Fight faz questão de relembrar parte do drama vivido pela peso-pena (66 kg) rumo ao cinturão do Ultimate - Inovafoto
Mesmo antes de chegar ao UFC, Cris Cyborg e Ronda Rousey, então campeã peso-galo (61 kg) do Ultimate, já trocavam farpas através de suas redes sociais. Contudo, bastou a brasileira ser contratada pela companhia para que a loira descartasse o possível duelo, naquela que foi a rivalidade mais polêmica e desgastante da carreira da paranaense - Diego Ribas
Germaine de Randamie se tornou a primeira campeã peso-pena (66 kg) da história do UFC ao vencer Holly Holm na disputa do cinturão inaugural. No entanto, quando chegou a hora de medir forças com a brasileira, a holandesa se recusou a entrar no cage. E o resultado disso? Ela foi destituída do posto de melhor do mundo - Florian Sädler
Quando o UFC finalmente achou uma adversária disposta a enfrentar a brasileira na disputa do cinturão dos penas (66 kg), a luta caiu. Isso porque Megan Anderson, australiana ex-campeã do Invicta FC que estava escalada para a disputa, se retirou do card sem maiores explicações na última terça-feira - Reprodução
Com a queda da luta contra Megan, o UFC correu atrás e encontrou outra adversária. Trata-se de Evinger, ex-campeã peso-galo (61 kg) do Invicta FC. Contudo, após tantas frustrações, resta esperar para ver se a luta realmente se concretizará - Divulgação
Assim que foi fazer sua estreia pelo Ultimate, Cyborg aceitou uma luta em peso-casado - já que, na época, a organização não contava com sua categoria, a dos pesos-penas (66 kg). Ou seja, além de ter que enfrentar Leslie Smith, a curitibana também lutou contra a balança - Reprodução
E foi aí que começou um dos maiores dramas da carreira da brasileira: o corte de peso. Acostumada a bater o limite da categoria dos penas (66 kg) no Invicta FC e no Strikeforce, no UFC a situação foi diferente. Um vídeo de Cyborg chorando em uma tentativa de diminuir sua massa corporal chegou a viralizar na internet - Reprodução/ Youtube
Não bastassem os problemas com a balança, a brasileira ainda teve que ouvir comentários desrespeitosos de seu próprio patrão, Dana White, presidente do UFC. O cartola chegou a chamá-la de 'Wanderlei Silva de vestido e salto alto', o que não pegou nada bem – Diego Ribas
Não foi apenas o manda-chuva que disparou comentários depreciativos sobre a brasileira. Joe Rogan, comentarista oficial do UFC, afirmou que Cris possuía órgão genital masculinos, o que, naturalmente, resultou em polêmica, reclamações e,mais tarde, um pedido de desculpas público do comediante - Reprodução/ site UFC
Além dos problemas interpessoais e com a balança, Cyborg enfrentou outro drama ao testar positivo para um substância proibida no exame antidoping, o que, caso fosse condenada, poderia resultar em seu afastamento temporário do esporte. Contudo, ela foi liberada pela USADA após provar sua inocência e está finalmente apta a disputar o título dos penas (66 kg) - Reprodução/ ESPN

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *